Design Retrô/ Revival

 12 de fevereiro de 2009

O termo “Design Retrô” foi utilizado pela primeira vez nos anos 70 para a tendência de se adotar estilos de outras décadas para peças de design. O Retrô é quase uma reprodução fiel do passado, sendo baseado numa nostalgia das linguagens dos anos 30 a 50, principalmente. Pode-se dizer que o Retrô, um estilo pós-moderno, nasce de algo mais amplo: o Revival.

Revival é a busca por uma linguagem do passado com diferentes intenções de uso no presente (por exemplo, o resgate de valores perdidos em dada época). Nele estão incluídas as continuações, as inspirações, as releituras, as re-invenções, etc. Ele ganha força nos finais de século, funcionando como um balanço do que aconteceu.

O Retrô surgiu com o interesse de alguns designers dos anos 70 pelo estilo Art Nouveau (a tipografia rebuscada foi muito utilizada em cartazes pop e capas de discos). Mais tarde muitos designers vão buscar inspiração nos produtos Kitsch dos anos 50, criando rádios de cores pastéis e móveis com pés compridos e estreitos. O automóvel feito em edição limitada chamado Figaro, da Nissan, 1991, é um bom exemplo de uma cópia retrô de tal década.

Atualmente o design Retrô é utilizado como “estilismo” por equipes de design da Ford (com famoso Jay Mays) Jaguar, BMW, etc. sendo uma boa ferramenta para aumentar vendas.

Sobre

Deixe um comentário

Erro! Este email é inválido.